grafico
grafico
A vitivinicultura Argentina

A vitivinicultura Argentina

Introdução da Vinho Argentino

Argentina conta com uma longa tradição produzindo vinhos que foram até faz uma década consumidos principalmente no seu mercado interno.

Diversidade, originalidade nas expressões das cepas, ótimas condições agro-ecológicas são qualidades que fazem da Argentina um dos pólos mais atrativos a nível mundial para a elaboração de vinhos de excelente qualidade.

Vitivinicultura Argentina

Uma das fortalezas mais importantes desta vitivinicultura completamente continental é a harmoniosa conjunção de três pilares fundamentas: clima, solo e cepa.

Nos mais de 210 mil hectares cultivadas com vinhedos, um amplo parque varietal logrou se adaptar, alcançar a plenitude nos seus caracteres e oferecer ao mercado memoráveis exemplares das cepas clássicas, junto a uma gama de variedades que estão sendo redescobertas e potenciadas; outras, em processo experimental prometem para os próximos anos “pérolas” cultivadas nos solos argentinos.

 As novas gerações argentinas, educadas na cultura do vinho, provocaram um enorme entusiasmo ao redor da atividade vitivinícola. Se a isto sumamos o interesse que provêm do exterior, plasmado na chegada de numerosos expertos e capitais internacionalmente reconhecidos no mundo do vinho, claramente se vislumbra um grande desenvolvimento.

As razões desta "explosão" são simples: a qualidade das terras que se estendem de Norte ao Sul em toda a região andina, a altura e a amplitude climática desse paraíso para a produção de grandes vinhos, o know-how local somado às novas tecnologias e em particular esse interesse dos argentinos pelos seus vinhos, aos quais muito já consideram parte da identidade do país em um plano de igualdade com as famosas carnes.

Vitivinicultura Argentina

Argentina conta com uma extensão vitivinícola que supera os 210 mil hectares, distribuídos em 25.180 vinhedos. Em 13 das 24 províncias é cultivada a vide, mas só em 7 delas a vitivinicultura adquire valor estratégico: Salta, Catamarca, La Rioja, San Juan, Mendoza, Neuquén e Río Negro.

94% dos panos de videira (188 mil hectares) é destinado à elaboração de vinhos e de suco de uva concentrado.

Argentina como produtor de vinhos de alta qualidade, adere às regulamentações O.I.V. e participa em todos os foros internacionais que regulamentam a atividade vitivinícola.

Neste website você poderá encontrar variada e valiosa informação sobre esses vinhos que formam o orgulho nacional e que a Argentina começou a compartilhar com consumidores de diferentes partes do mundo, interessados em novas origens, mas orientados decididamente aos produtos de primeira qualidade.

arriba  home

Vitivinicultura Argentina
Bodega Salentein

 

grafico
grafico
grafico